segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

JESUS NUNCA CHAMOU JEOVÁ DE PAI

Quando Mateus e João escreveram suas cartas eles nem consideraram Jeová como deus vamos analisar a discrepância das duas mitologias.

Quando Jesus falava de Deus usava o termo: Abba, que significa Pai. Quando Jesus citava trechos da lei do velho testamento, ele dizia: “foi dito aos antigos”. Jesus deu novos mandamentos, logo os 10 lá do Monte Sinai não serviam.

Vamos provar biblicamente:
Jesus nunca identificou os mandamentos do VT com os seus próprios mandamentos, como ele disse repetidas vezes em Mateus capítulo 5: "Porém eu vos digo...". Da mesma forma, ele nunca disse que os mandamentos do VT vinham de seu Pai, pois ele disse simplesmente... "foi dito aos antigos..."

Mateus 5:21 e 22
Ouvistes o que foi dito aos antigos: Não matarás...
Eu, porém vos digo que qualquer que sem motivo se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo”

Versos 27 e 28...
Ouvistes o que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu, porém vos digo que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já tem pecado...

Versos 31 e 32
Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher... Eu, porém vos digo que qualquer que repudiar sua mulher...

Versos 33 e 34
Ouvistes o que foi dito aos antigos: Não perjurarás... Eu, porém vos digo que de maneira nenhuma jureis...

Versos 38 e 39
Ouvistes o que foi dito: Olho por olho, dente por dente... Porém eu vos digo que não resistais ao mal...

Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo. Eu, porém vos digo: Amai os vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos odeiam e perseguem, para que sejais filhos do pai que está nos céus.

Jesus em nenhum momento disse *MEU PAI*, ou *EU DISSE*. Observe isso com muita atenção. A religião de Jesus estava nascendo, e a dos judeus ficando para trás. O amor de Jeová é diferente, Jeová manda amar os outros como a si mesmo, e odiar o inimigo. O amor de Jesus é diferente: Amai os vossos inimigos. São diferentes formas de amar; versos 43 e 44. Mas aonde foi que Jeová mandou odiar as pessoas? Analisemos o salmo de Davi: Persegui os meus inimigos, e os alcancei; não voltei senão depois de os ter consumido. Matar pessoas nas guerras é odiar.

Atravessei-os de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés. Pois me cingiste (Jeová) de força para a peleja; fizeste (Jeová matava) abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram. Deste-me (Jeová deu) também o pescoço dos meus inimigos para que eu pudesse destruir os que me odeiam. Clamaram, mas não houve quem os livrasse; até a Jeová, mas ele não lhes respondeu; Sm 18:37-41. Não odeio eu, ó Jeová, aqueles que te odeiam, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti? Odeio-os com ódio perfeito; tenho-os por inimigos; Sl 139:21-22.

João 7:16
“A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou". Se a doutrina de Cristo não é dele, então a sua doutrina é de seu Pai, se Jeová é o pai, o Pai de Jesus então tem duas formas de amar, pois Jesus mudou o mandamento do amor. Jesus tinha outro deus que não era Jeová, e esse deus ele chamava de Pai, isso segundo registrou João.

Confirmado em João 13:34  
Um novo mandamento vos dou (porque um novo? ué se o velho fosse bom era só confirmar, se Cristo mudou, logo era imperfeito, logo não era de seu Pai), que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. 

Tem diferença!!! São duas formas de amar

João 12:49-50
Porque eu não tenho falado de mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar. E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem dito. Se Jeová fosse o Pai de Jesus, Jesus como filho deveria ter confirmado a Lei e não mudado. Pois segundo Paulo o fim da lei é Cristo; Rm 10:4.

Resumo
O deus do VT era bem diferente do Jesus bonzinho do novo. Uma coisa é certa as pessoas estavam cansadas da religião maldita dos judeus. E segundo consta no novo testamento Jesus nunca chamou Jeová de Pai. Pelo menos foi assim que João, Mateus e outros autores costuraram a seu modo o Jesus de seus livros.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

DAVI O MATADOR

A lei diz: Não matarás; Ex 20:13. O problema do 'não matarás judaico' é só valia para os israelitas, pois os outros povos podia matar. Davi escreveu: Ó Deus, tu matarás decerto o ímpio; apartai-vos portanto de mim, homens de sangue; Sm 139:19. Aqui Davi tem certeza que Jeová vai matar os ímpios, os homens de sangue. Em I Cr 28, Davi deseja construir um templo para Jeová, e Jeová disse que o seu filho Salomão iria construir, pois Davi era homem de sangue. Gozado, Jeová faz de Davi um matador e depois diz que ele é homem de sangue? Jeová disse: Não edificarás casa ao meu nome, porque és homem de guerra, e derramaste muito sangue; I Cr 28:3. Os autores escreveram coisas de suas mentes e atribuíram tudo a deus.

Davi disse: Não odeio eu, ó Jeová, aqueles que te odeiam, e não me aflijo por causa dos que se levantam contra ti? Odeio-os com ÓDIO PERFEITO; tenho-os por inimigos; Sl 139:21-22. Davi odeia as pessoas com ódio perfeito, ou seja, completo 100%. Davi disse: Persegui os meus inimigos (pessoas), e os alcancei; não voltei senão depois de tê-los matado; Sl 18:37-42. Atravessei-os (espada) de sorte que não se puderam levantar; caíram debaixo dos meus pés. Pois me cingiste de força para a peleja; fizeste abater debaixo de mim aqueles que contra mim se levantaram. E tinha luta que Jeová lutava sozinho, veja: Deste-me Jeová, também o pescoço dos meus inimigos para que eu pudesse destruir os que me odeiam. Clamaram, mas não houve quem os livrasse; até a Jeová, mas ele não lhes respondeu. (As pessoas clamavam à Jeová que não tinha misericórdia, fingia que não ouvia). Então os esmiucei como o pó diante do vento; deitei-os fora como a lama das ruas.

João disse: O meu mandamento é este: Que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei; Jo 15:12. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes; Mt 12:7. Paulo escreveu: Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais; Ef 6:12. Os autores do novo testamento não apoiavam as matanças e nem as guerras dos judeus. Mas os judeus tinham um deus e esse deus era o DEUS DA GUERRA. Jeová é homem de guerra; Jeová é o seu nome; Ex 15:3.

Resumo
Talvez Davi tenha realmente existido como um homem de guerra. Mas eles tinham um deus mitológico que se chama YHWH. Os autores dos livros do velho testamento atribuíam seus ódios e guerras tudo a esse deus. Como sempre muito marketing em cima de um personagem, talvez e quase certeza Davi nem foi tudo isso.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

ENTENDENDO O SOFRIMENTO DE JÓ


Introdução: Qual a razão de Jó ter passado pelo que passou? Tudo aconteceu por que Deus queria provar sua fé? Deus aceitou conselho do Diabo? O Diabo veio falar mesmo de Jó? Se o Diabo tinha sido expulso do céu, o que ele estava fazendo no Céu? Vejamos o que Satã tem haver com esse Senhor que castigou Jó. 

Vamos a narrativa terrível da história de Jó: E num dia em que os “filhos de deus” vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles; Jó 1:6-12.

1) Esses filhos de “deus” segundo o texto eram anjos;
2) Os anjos vieram apresentar-se a esse Senhor;
3) Satanás também veio se apresentar.

Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor, e disse: De rodear a Terra, e passear por ela. E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na Terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal. Observe alguns detalhes:

1) Esse Senhor não sabia de onde vinha Satanás;
2) Quem apresenta Jó à Satanás é o Senhor; 
3) Satanás não veio falar de Jó e sim, se apresentar;
4) O Senhor disse: Temente a Deus, porque não disse temente a mim?

Então respondeu Satanás ao Senhor, e disse: Porventura teme Jó a Deus debalde (em vão)? Porventura tu não cercaste de bens, a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste e o seu gado se tem aumentado na Terra. Mas estende a tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema contra ti na tua face. E disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo quanto ele tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.

1) Vemos um bate papo livre entre o Senhor e Satanás;
2) Note que Satanás tenta, ínsita, dá conselhos ao Senhor;
3) O Senhor acata o conselho do Diabo; 
4) Note também que Satanás tem livre acesso à presença desse Senhor.

Em Jó 2:1-7 a historia se repeteE, vindo outro dia, em que os filhos de deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles, apresentar-se perante o Senhor. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E respondeu Satanás ao Senhor, e disse: de rodear a Terra, e passear por ela. E disse o Senhor a Satanás: Observaste o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal, e que ainda retém a sua sinceridade... Havendo-me tu (satã) incitado contra ele, para o consumir sem causa.

1) Satanás veio se apresentar novamente e não falar de Jó; 
2) Mais um vez esse Senhor não sabia de onde vinha o Diabo; 
3) O Senhor assumi descaradamente que foi tentado pelo demônio,
4) Revelou a causa do sofrimento de Jó: Nenhuma, por nada.
5) Provar a fé de Jó? Aonde? 

Os ministérios e a teologia pregam que o Senhor queria provar a fé de Jó, o texto acima mostra que esse Senhor que foi tentado pelo Diabo, declarou a razão pela qual entregou Jó nas mãos do Diabo: NENHUMA. Essa é a razão do sofrimento de Jó, "NADA", nunca foi para provar sua fé, e muito menos pra ficar de exemplo. Conversa fiada. Então Satanás respondeu ao Senhor, e disse: Pele por pele, e tudo quanto o homem tem dará pela sua vida. Porém estende a tua mão, e toca-lhe nos ossos, e na carne, e verás se não blasfema contra ti na tua face! E disse o Senhor a Satanás: Eis que ele está na tua mão; porém guarda a sua vida. Então saiu Satanás da presença do Senhor, e feriu a Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até ao alto da cabeça. Satanás destruiu a família de Jó sem que esta tivesse cometido pecado.

Mas em DT 24:16 esta escrito: Os pais não morrerão pelos filhos, nem os filhos pelos pais; cada um morrerá pelo seu pecado. Uma coisa não bate com a outra. Destruiu toda a família de Jó só para saber se ele seria fiel? Isto não combina com um Deus onisciente! DT 28:63 diz: Assim o Senhor se deleitará em destruir-vos e consumir-vos; e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir. Jeová tem PRAZER.Deleite em fazer o mau, é isso que esta escrito.

O bom Jesus fala:
 Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas. Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo (Diabo), e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas; Jo 10:11,12. Que pai de família entregaria seu filho nas mãos de um marginal, que pai entregaria seu filho nas mãos de um demônio? Jeová entregou o seu filho Jó nas mãos do demônio. Tiago escreveu: Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta; Tg 1:13. Mas Jeová foi tentado por Satanás e ainda assumiu que foi tentado. Note que Jó atribui a Jeová todos os seus sofrimentos, e não ao Diabo veja: Compadecei-vos de mim, amigos meus, compadecei-vos de mim, porque a mão de Jeová me tocou; Jó 19:21. As tuas mãos Jeová me fizeram e me formaram completamente; contudo me consomes; Jó 10:8.

Fogo de Jeová caiu do céu, e queimou as ovelhas e os servos, e os consumiu, e só eu escapei para trazer-te a nova. Ué fogo de Jeová caiu do céu, quem destruiu tudo o que Jó tinha? Aqui diz que foi Jeová; Jó 1:16. Sabei agora que Jeová é o que me transtornou, e com a sua rede me cercou. A rede de Jeová é o Diabo? Jó 19:6. Porque as flechas do todo-poderoso, o El Shaday, estão em mim, cujo ardente veneno suga o meu espírito; os TERRORES DE JEOVÁ se armam contra mim; Jó 6:4. Jó aqui declara que essas setas vinham do Senhor e não do Diabo. Que ligação tem Jeová com o Diabo?

Resumo:
Essa história de Jó é uma mitologia judaica das mais safadas que existe. Mentirosa, contraditória cheia de personagens estranhos e de um deus que aceita conselhos do Diabo. Um deus que não conhece o futuro e precisa arrasar um filho para saber o que se passa no coração. A história de Jó não bate em nada com os livros do novo testamento. Tudo não passa de um conto.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

DEUS JÁ FOI VISTO?

Segundo o autor do livro de João, Deus nunca foi visto, mas o deus de Israel foi visto, falou com os homens e fez refeições com eles. Vamos analisar: Estejam prontos para o terceiro dia; porquanto no terceiro dia Jeová descerá DIANTE DOS OLHOS de todo o povo sobre o Monte Sinai; Ex 19:11. E o sonido da buzina ia crescendo cada vez mais; Moisés falava, e Jeová lhe respondia em voz alta; Ex 19:17-20 / Ex 19:17-20. E Jeová apareceu a Abraão, Isaque e Jacó; Ex 6:3. Jeová disse a Moisés que só veria pelas costas, então Moisés viu a forma de Jeová; Ex 33:22. E subiram Moisés... e VIRAM o deus de Israel, e debaixo de seus pés havia como que uma pavimentação de pedra de safira, que se parecia com o céu na sua claridade. Moisés e 70 anciões de Israel viram Jeová, e comeram e beberam; Ex 24:9-11. Moisés via a forma, a semelhança, e a face de Jeová.

  • Isaías viu Jeová assentado no trono; Is 6:1.
  • Falava Jeová a Moisés face a face; Ex 33:11. 
  • Boca a boca falava, claramente e não por enigmas; pois ele vê a semelhança de Jeová; Nm 12:8.
  • O profeta viu Jeová assentado no trono rodeado de anjos tramando pra matar Acabe; I Reis 22:19.

Sendo, pois, Abraão da idade de 99 anos, APARECEU Jeová com mais dois Elohins e eles estavam materializados; Gn 17:1 /12 / 18:1-2. Jeová aproveitou a viagem e passou na tenda de Abraão para fazer falsas promessas. Sara e seu moço que preparou o lanche, viram Jeová e dois anjos encarados debaixo de uma arvore; Gn 19:1 /22. Em gêneses esta registrado que Abraão e Sara viram três homens, concluímos que eram divindades encarnadas, por isso podiam ser vistos. Leia na sua bíblia o titulo de Gn 18. O que está escrito? Homens ou anjos? Em qualquer bíblia esta três anjos.

A teologia diz que essas aparições visíveis de "deus" são teofania, termo teológico que tenta explicar as aparições visíveis do deus de Israel, mas essa explicação é forçada, e não explica que vitela, manteiga, bolos que Sara preparou são também são “visões” “aparições espetaculares”. Pelo que diz o texto, eles comeram e beberam, anjo não tem estomago, corpo de anjo é diferente de corpo humano, esses anjos estavam em forma humana.

Jesus teria tido: E o Pai que me enviou, ele mesmo testificou de mim, vós nunca ouviste a sua voz e nem viste o seu parecer; Jo 5:37. Moisés viu o parecer de Jeová. Deus nunca foi visto por ninguém o filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o fez conhecer; Jo 1:18. Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver; I Tm 6:16. Estevão afirma que foi um anjo que apareceu na sarça em fogo. Depois declara que foi um anjo que proclamou e ordenou a lei, e não Deus; Vs. 38.

Anjo nas traduções para o português estão com letra minúscula, a teologia explica que quando tiver anjo com letra maiúscula entende-se que é Jesus Cristo. Tudo mentira. Jesus teria dito em Jo 17:25; que o mundo antes dele vir não conhecia o Pai, então os seres humanos só ouviram a voz do Pai quando o Espírito de Deus desceu em forma de pomba e disse: Esse é meu filho amado em quem me comprazo e também no monte da transfiguração, quando Pai declarou: Esse é meu filho amado a ele ouvi. Se a voz do Pai só foi ouvida quando Cristo veio, que voz era ouvida antes de Cristo? Mc 9:2-7 / Mt 13:16.

O velho testamento era o ministério dos anjos. Moisés, Arão, Nadabe e Abiú, Abraão, Sara e 70 dos anciãos de Israel viram o deus de Israel. Moisés o viu face a face, e eles ouviam sua voz, pois Jeová falava em alta voz. Jesus disse que ninguém nunca viu a Deus, e ouviu a sua voz, essas pessoas então não viram e nem ouviram o verdadeiro Deus. Como as pessoas viram Jeová e os anjos então? A única explicação é: Jeová e os Elohins encarnavam. Adão e Eva também viam Jeová no éden todos os dias encarnado, Jeová descia na virada do dia.

Conclusão
O velho testamento não bate com o novo de jeito nenhum. Teofania é uma piada sem graça e desonesta. Quem não consegue explicar, inventa e é isso que a teologia faz. Mas tudo não passa de fabulas judaicas misturadas com mentiras do novo testamento. 

sábado, 11 de fevereiro de 2012

CULTO DOS ANJOS

O que significa culto dos anjos? Paulo disse em suas cartas: Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão. Estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo (LEI), por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo (LEI), tais como: Não toques, não proves, não manuseies? As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens; as quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne; Cl 2:14-18.

Analisemos a lei de Jeová: Quem escreveu o livro de Levítico determinou na lei os animais imundos, em Levítico 11 dita os animais que podem, e que não podem comer, e rituais como: Dias de festas, lua nova, sábados, dízimos, holocaustos, sacrifícios etc. Tudo isso o autor atribui ao deus Jeová e não a Moisés, muita gente lê “lei de Moisés” e pensa que os rituais foram estabelecidos por Moisés e não foi, tudo foi estabelecido por Jeová; Nm 28:14 / Ex 20. É isso que o autor escreve.

Quem são esses anjos?
Anjos são invenção dos homens, mas Paulo disse que existem, e esses anjos exigem adoração; Cl 2:15. Esta em apocalipse que quando Jesus ressuscitou os lançou aqui na terra. Antes da ressurreição de Cristo eles ainda estavam no terceiro céu. Culto dos anjos são todos os rituais da lei, Israel cultuava sim, aos anjos e não a Deus. João escreveu: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos, mas à hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade; João 4:22-24. Ué é simples as pessoas estão adorando o que não sabem, é só mostrar a verdade, simples.

Todos no velho testamento adoravam aos anjos, Jesus revelou o Pai aos homens no novo testamento. A lei foi posta e ordenada pelos anjos. A lei não foi posta pelos anjos, e ordenada por Deus. Errado! Veja: Vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes; At 7:53. Logo, para que é a lei? E foi posta pelos anjos na mão de um medianeiro (Moisés); Gl 3:19. Porque, a palavra falada (LEI) pelos anjos permaneceu firme; Hb 2:2. Paulo revela que a lei do Monte Sinai gravadas em tabuas de pedra (10 mandamentos) é ministério de morte e condenação, II Cor 3:7-8. A lei é ministério dos anjos.

Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; Gl 3:10 / 4:8-11. Porque há um só Deus, e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. Logo Moisés é mediador dos deuses; I Tm 2:5. E, completados 40 anos, apareceu-lhe o anjo de Jeová no deserto do Monte Sinai, numa chama de fogo no meio de uma sarça. Foi-lhe dirigida a voz de Jeová, dizendo: Eu sou o deus de teus pais, o deus de Abraão, Isaque que e Jacó. E Moisés, todo trêmulo, não ousava olhar; At 7:30-38.

A este Moisés, ao qual haviam negado, dizendo: Quem te constituiu príncipe e juiz? A este enviou deus como príncipe e libertador, pela mão do anjo que lhe aparecera na sarça. Foi este que os conduziu para fora, fazendo prodígios e sinais na terra do Egito, e no mar vermelho, e no deserto, por 40 anos. Este é aquele Moisés que disse aos filhos de Israel: O Senhor vosso deus vos levantará dentre vossos irmãos um profeta como eu; a ele ouvireis. Este é o que esteve entre a congregação no deserto, com o anjo que lhe falava no Monte Sinai. e apareceu-lhe o Anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia; Ex 3:2. Quem apareceu na sarça foi anjo, e esse anjo é Jeová.

Paulo declarou: Assim, meus irmãos, também vós estais mortos para a lei pelo corpo de Cristo, para que sejais de outro; Rm 7:4. De quem éramos filhos e servos antes de Cristo? Preste atenção: "para que sejais de outro",,, Esse outro é Jesus Cristo! Culto dos anjos é a lei de Jeová, que é velho testamento. Jeová é um anjo, quem pratica a lei esta cultuando aos deuses, e não a Deus. Culto dos anjos inclui os 10 mandamentos.

Resumo:
O que podemos concluir com esse estudo é que a fabula judaica do velho testamento é toda desmentida por Paulo e Estevam. Eles declaram que o deus dos judeus inventado por eles mesmos, era um anjo. Acontece que Jesus é outra invenção. Anjos e nome de anjo são invenções dos homens e Jesus faz parte do marketing da igreja. Tudo isso são fabulas.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

ESTUPRO AUTORIZADO POR JEOVÁ

No dicionário temos a definição da palavra estupro:
Atentado, consumado com violência ou engano, e de que resulta a perda da virgindade da mulher, cópula forçada com mulher ou homem, virgem ou não. Nas leis judaicas havia regras de conduta de como proceder nas guerras, e os autores disseram que as regras vieram do deus Jeová, vamos esmiuçar então.

Jeová supostamente disse: Quando saíres à guerra contra os teus inimigos, e o Senhor Jeová teu deus os entregar nas tuas mãos, e tu deles levares prisioneiros, e tu entre os presos vires uma mulher formosa à vista, e a cobiçares, e a tomares por mulher, então a trarás para a tua casa; e ela rapará a cabeça e cortará as suas unhas. E será que, se te não contentares dela, a deixarás ir à sua vontade; mas de modo algum a venderás por dinheiro, nem a tratarás como escrava, pois a tens humilhado; Dt 21:10-14. O que significa não contentares dela neste contexto? Não se contentar significa não satisfazer sexualmente.

Quem era pra matar, e quem não era pra matar?
Segundo o "mandamento de Jeová", era pra ir à guerra matar “os inimigos” homens, mulheres e crianças de colo. Era para matar a todos. Menos mulheres formosas a vista (bonitas), porque essas eram para o deleite sexual. Mas na mesma lei esta escrito: Não matarás; Ex 20:3. Os inimigos são os outros povos, isso é bem claro. Segundo Paulo os inimigos são invisíveis: Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, (homens) mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais; Ef 6:12.

É nítido, o não matarás de Jeová não tinha validade para povos não escolhidos. O não cobiçarás a mesma coisa, pois na guerra podia cobiçar e ainda estuprar, ou seja, matava-se o marido, os irmãos, as crianças, matava-se todos da família, mas se a mulher fosse bonita, formosa, ESTUPRO AUTORIZADO. E se a mulher fosse feia? Se fosse feia era para matar. Temos mais um problema aqui: Acepção de pessoas dos autores do velho testamento. "Povo escolhido", "propriedade particular", "povo eleito", "nação santa"... A guerra era algo comum na época.

Jeová advertiu: Nenhuma coisa que tem fôlego deixarás com vida... Animais, homens, mulheres (FEIAS), crianças, não era para poupar nada, era pra matar todo mundo. Os outros povos eram considerados esterco. As leis de Jeová só valia para Israel; Dt 20:16. Jeová disse mais: Todo o que for achado será traspassado; e todo o que for apanhado, cairá à espada. E suas crianças serão despedaçadas perante os seus olhos; as suas casas serão saqueadas, e suas mulheres serão violadas (ESTUPRADAS); Is 13:15 e 16.

Mulheres Violadas
Mulheres violadas são mulheres forçadas a fazerem sexo sem consentimento, que caracteriza um estupro. Um dos mandamentos escritos em tabuas de pedra pelo dedo injusto de Jeová foi: “Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo; Ex 20:17. A casa do próximo (Israel) não podia cobiçar mais dos inimigos podia e ainda saquear (ROUBO), trazer o despojo e ainda podia trazer as mulheres para o bom sexo, mas se não satisfazer joga no lixo. Jeová disse: Quando saíres à guerra contra os teus inimigos... Os autores atribuem hora os inimigos a Israel, hora ao seus deus Jeová.

No novo testamento o Jesus bonzinho ensina: Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela; Mt 5:28. O problema da lei é o seguinte: Só valia para uma única nação, os 10 mandamentos, as leis morais e cerimoniais somente valia para Israel, para os outros povos não.

Resumo
Naquela época a coisa era pesada. Os autores dos livros do velho testamento atribuem suas loucuras ao deus Jeová, talvez para se livrarem da culpa. É mais fácil dizer que foi "deus" que mandou.