segunda-feira, 30 de maio de 2016

EVANGÉLICOS - GENTE CHATA


No começo, o crescimento se deu em silêncio, praticamente ignorada pelas classes médias. Os templos evangélicos surgiam nas cidadezinhas perdidas e nas periferias miseráveis das metrópoles. Já não é mais assim. As catedrais milionárias estão se multiplicando como uma praga no Brasil. Há meio século os evangélicos são a religião que mais cresce no país. Nos últimos 20 anos, mais que triplicou o número de fiéis: De 7,8 milhões de pessoas em 1980 para 26,4 milhões em 2001, um pulo de 6,6% para 15,6% da população brasileira. Em algumas cidades, nem tanto, mas em outras, não parece longe o dia em que eles representarão mais de 50% dos habitantes. Com mais de 400 anos de atraso, finalmente estamos sentindo os efeitos da Reforma protestante que varreu a Europa no século 16.

Um terreno do Céu
Evangélicos, é a mesma coisa que protestantes. As duas palavras são sinônimas. Evangélicos são praticamente todas as correntes nascidas do racha entre o teólogo alemão Martinho Lutero e a Igreja Católica, em 1517. O alemão estava especialmente chateado com o comportamento dos padres, que, segundo ele, tinham virado corretores imobiliários do céu, comercializando indulgências – vagas no Paraíso para quem pagasse. Lutero abriu a primeira fenda no até então indevassável poder papal sobre as almas do Ocidente. A ele se seguiram outros.  

Os protestantes recusavam a ideia de que um único líder – o papa – deveria guiar os rumos da religião. Foi isso que começou a fragmentação do movimento em diversas correntes, com pequenas diferenças doutrinárias. Surgem os batistas, os metodistas, os presbiterianos... Mas o Brasil colonial passou quase imune à avalanche protestante. Houve apenas algumas exceções, como os calvinistas franceses e holandeses que invadiram o país – o primeiro culto evangélico por estas terras foi celebrado por franceses no Rio de Janeiro, em 1557, só 57 anos depois da missa católica inaugural. Era proibido realizar cultos de qualquer religião que não o catolicismo no território português.

A liberdade religiosa no Brasil só veio com a independência, na Constituição de 1824, ainda que impondo restrições de que as reuniões acontecessem em locais que não tivessem “aparência exterior de templo”. No mesmo ano, alemães fundaram a primeira comunidade luterana do Brasil. Logo depois chegaram as correntes missionárias, como os metodistas, dispostas a pregar nas ruas para salvar almas. No início do século 20, a fundação de duas igrejas seria decisiva para definir o perfil evangélico nacional: A Congregação Cristã no Brasil, inaugurada em São Paulo pelo italiano Luigi Francescon, em 1910, e a Assembléia de Deus, aberta um ano depois em Belém pelos suecos Gunnar Vingren e Daniel Berg. Apesar da origem européia, eles chegaram ao país via Estados Unidos, onde se envolveram com uma nova corrente protestante, o pentecostalismo, um grupo que crescia em popularidade por lá desde a virada do século. Começou aí o que o sociólogo Paul Freston chama de “a primeira onda do pentecostalismo brasileiro”.


A Deus é amor fundada por Davi Miranda, é uma das mais rigorosas em termos de regras entre as pentecostais. Ela proíbe frequentar praias, praticar esportes ou participar de festas. Às mulheres, é vetado cortar o cabelo e depilar. Crianças com mais de 7 anos não podem jogar bola, graças a um versículo bíblico que diz “desde que me tornei homem, eliminei as coisas de criança”. Tantas regras têm compensação: Para os pentecostais, o melhor da vida está reservado aos fiéis para depois da morte. Até a década de 50, esse modelo reinou sozinho no pentecostalismo nacional. Fez sucesso, mas ficou restrito a grupos relativamente pequenos. A chegada da “segunda onda”, no entanto, traria uma novidade. É o que se convencionou chamar de “neopentecostalismo”. Em 1951 desembarcou aqui a Igreja do Evangelho Quadrangular, inaugurando no país o pentecostalismo de costumes liberais. “Todas essas igrejas que fazem sucesso hoje são nossas filhas, netas ou bisnetas”, diz o pastor Neslon Agnoletto, do conselho nacional da Quadrangular. De fato, inovações como os hinos com ritmos populares, a forte utilização do rádio e regras de comportamento menos duras, todos ingredientes indispensáveis do “evangelismo de massas”, foram práticas importadas pela Quadrangular, fundada nos Estados Unidos em 1923.

Para isso, algumas adaptações aconteceram: Saem os homens de terno e as mulheres de pelos nas pernas, entram pessoas que se vestem com roupas comuns e não se animam a seguir normas rígidas de conduta. A primeira inovação foi riscar do mapa o ascetismo, o sectarismo e a crença de que a melhor parte da vida está reservada para o Paraíso. A preocupação dos neopentecostais é com esta vida. 

Outra diferença é a radicalização da divisão do universo entre Deus e o Diabo. Para os neopentecostais, os homens não são responsáveis pelos atos de maldade que cometem: É o Diabo que os leva a pecar. Numa sessão de descarrego da Igreja Universal, o pastor explicou que, se o fiel enfrenta um problema há mais de três meses, é provável que esteja carregando um encosto. “Se a dificuldade completar um ano, daí não há dúvida: A culpa é do demônio”, disse para a congregação. Ele não se referia só a entraves financeiros ou comportamentais. A receita vale para tudo, inclusive para doenças incuráveis. Assim, expulsar o demônio do corpo é a receita única para todos os males, de casamento infeliz até câncer no pulmão. Mas a "formula mágica" da Universal não passa de ilusão e persuasão psicológica.   

O Evangelho Segundo os Profetas da Prosperidade. 
O crente dá ordens a Deus e determina o que pretende. No Brasil, além da Universal, a Renascer em Cristo, Sara Nossa Terra, Internacional da Graça e Mundial do poder de Deus adotam a teologia da prosperidade. A força de enxurrada com que o neopentecostalismo cresceu desorganizou todo o protestantismo. Mais e mais, boa parte do mundo protestante aceita a teologia da prosperidade.

China
Os Profetas da Prosperidade sabem que tem poder. Mas nunca houve tantas pessoas dispostas a ouvir e seguir suas orientações. As igrejas dão enfase na prosperidade do fiel, e que a vida abundante deve ser vivida aqui na Terra, e não no céu como antes era pregado. O crescimento do PIB na última década ajudou milhões de brasileiros a prosperar financeiramente e ter uma vida mais confortável. Logo fizeram associação entre seu progresso financeiro e a igreja. Se a carteira estava cheia de dinheiro, Deus estava prosperando. E se Deus estava com ele era graças a igreja e ao pastor. Nada mais esperto do que "confundir" o alho do crescimento econômico com o bugalho da teologia da prosperidade. Mas o benfeitor não era Deus, era a China. A segunda maior economia do mundo se tornou o comprador numero um de produtos agrícolas e minerais brasileiros. Isso fez chover "bençãos", ou melhor, dólar no Brasil ajudando a girar as engrenagens do resto da economia. Foi um dos maiores círculos virtuosos da historia da economia brasileira. Inflação sob controle, renda la em cima, desemprego la em baixo. Mas aí veio a crise, a China perdeu o folego, o governo federal pedalou na politica econômica, a inflação saiu da toca e o "demônio" do desemprego voltou a assombrar as almas. Nisso a teologia da prosperidade começou a enferrujar. Afinal de contas a formula mágica de dar dízimos e ofertas na igreja e receber 100 VEZES mais, não estava mais dando certo. E é justamente isso que fez as igrejas darem menos enfase no dinheiro e partir para o radicalismo. 

Com a crise econômica é difícil sustentar a teologia da prosperidade. A agenda moral vem a calhar.

A moral e o Conservadorismo
Uma das ordens nas igrejas é justamente não dar enfase na teologia da prosperidade em tempos de crise econômica, mas para não perder fieis levanta-se a bandeira da moralidade, compra-se uma guerra agressiva para mudar o foco. Os evangélicos invadiram o senado e tem em media 78 deputados. Existe uma frente parlamentar criadas em 2003. E sua organização tem uma agenda: A defesa da família tradicional. Temas como liberação da maconha, aborto e união civil de pessoas do mesmo sexo são ferozmente combatidos. Há juízes evangélicos que vem tentado bloquear algumas pautas que não passariam no congresso, mas tem aceitação no judiciário, que é o caso do casamento gay, e o uso moderado de drogas por exemplo. Mas nem todo evangélico concorda com essa agenda radical, muitos líderes são contra. Na verdade as igrejas competem entre si por fieis, e são concorrentes como numa empresa, e poucas coisas os unem. A agenda da defesa da família é algo que a maioria evangélica concorda. O grande problema dos fundamentalistas é simplesmente esquecer que o Brasil é laico, e não só evangélico ou qualquer religião que seja.

Promessas do céu
Mas por que cada vez mais pessoas abandonam suas religiões para tornarem-se evangélicas? As motivações para a conversão estariam nas soluções mágicas oferecidas. “Uma grande parcela da população não tem acesso ao serviço de saúde – e, quando tem, recebe atendimento precário e mal entende os médicos. É muito mais fácil, e faz mais sentido, acreditar que os problemas são causados pelo demônio e se tratar na igreja”. Não é apenas a questão médica que está em jogo. A dualidade entre Deus e o Diabo é uma das mais eficientes respostas para a eterna pergunta sobre como é possível existirem tantas coisas ruins. Um presidiário pode culpar a influência do demônio pelo passado violento – uma explicação para o sucesso da religião nas prisões. Com isso, os neopentecostais respondem satisfatoriamente às questões dos nossos tempos – coisa que outras religiões nem sempre conseguem fazer. As igrejas seduzem com um produto atraente e oferecem bom serviço. São religiosamente adeptas da mais pura e simples mentalidade empresarial.


Dar dinheiro a Deus, seja através da caridade ou de doações, é parte da doutrina de diversas religiões, incluindo todas do braço judaico-cristão. Com a teologia da prosperidade, no entanto, o dinheiro ganhou nova função. Agora é preciso dar para receber. A Reforma protestante começou justamente porque Lutero se levantou contra a venda das indulgências. Não dá para negar que muitos realmente ganharam dinheiro com a fé alheia – em especial os líderes das grandes igrejas. Em termos legais, não há diferença entre um templo evangélico e qualquer outro local de cultos religiosos. A Constituição garante a todos – evangélicos, católicos ou budistas – a mesma isenção de vários tributos, entre eles o IPTU e o Imposto de Renda.

Além disso, o crescimento da concorrência faz ser cada vez mais difícil sobreviver entre tantas denominações evangélicas. Calcula-se que uma congregação precise ter no mínimo 50 integrantes para recolher dízimos e doações em quantidade suficiente para cobrir as despesas mínimas, como aluguel e contas de luz e água. Nessas horas, ser a religião dos pobres não é vantagem. Cerca de 80% dos católicos brasileiros se dizem não-praticantes. É um enorme mercado para os evangélicos. Não é à toa que a maioria dos convertidos vem do catolicismo. Mas, na hora de afirmar a identidade e escolher um adversário, o pentecostalismo ataca o candomblé e a umbanda, escorregando para a intolerância religiosa. Em quase todos os templos é possível ouvir que essas religiões cultuam o Diabo. Também há casos de ataques a terreiros estimulados por pastores. Pode-se dizer que a briga contra as religiões afro-brasileiras, e não contra o catolicismo, o verdadeiro rival, seja uma estratégia de marketing. 

Mas, embora possam dar a impressão de que o fanatismo religioso esteja em alta no Brasil, muitos especialistas defendem a tese de que o crescimento evangélico seja um indício do contrário: De que cada vez mais gente rejeita a religião. É o que sugerem pesquisas mostrando concentrações de evangélicos nas mesmas regiões onde há altos índices de pessoas “sem religião” – caso do estado do Rio e da zona leste paulistana. Abandonar a religião oficial é o primeiro passo de saída do mundo religioso. Um indício de que a conversão ao mundo evangélico significa um arrefecimento do fervor religioso é o fato de que as neopentecostais exigem poucas mudanças nos fiéis. O resultado é que, quanto mais crescem, menos os evangélicos mudam a cara do país – bem ao contrário da revolução que ocorreu na Europa com as idéias de Lutero e Calvino. Prova disso é a programação da Rede Record, comprada pela Igreja Universal com o dinheiro do dízimo, que pouco difere das concorrentes.

Talvez o trunfo evangélico para conquistar almas seja sua capacidade de adaptação. Com a rejeição à centralização da interpretação bíblica herdada da Reforma protestante, qualquer um pode abrir um templo e pregar como quiser. Assim, enquanto seus “irmãos” se expandiam em áreas pobres, a Igreja Bola de Neve cresceu 1000% em três anos orando para os ricos. Seus dez templos, cuja marca registrada são as pranchas de surfe como púlpito e os hinos religiosos em ritmo de reggae, funcionam em áreas de classe média-alta de São Paulo e cidades de praia como Florianópolis, Itacaré e Guarujá. O público são jovens da classe A e B, com curso superior.

No Brasil Católicos somam 123,2 milhões de fieis. Evangélicos em geral são 42,2 milhões. Espíritas 3,8 milhões. Outras religiões 1,4 milhões. Sem religião 15,3 milhões.  

Fonte: Super Interessante | IBGE 2000/2010

Resumo
Sabe qual a diferença entre evangélicos, católicos e os outros? Nenhuma! Cada um prega o que quer.

35 comentários:

  1. Velho com todo respeito, seu blog perdeu muitos visitantes depois da sua atual fé, estes últimos posts.... tipo esse de evangélico ngm vai ter interesse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Engano seu amigo, só no mês de maio tive 100 mil acessos. O que houve foi uma renovação de leitores. Antes somente gente interessada em discutir religião, bater boca. As pessoas estão mais interessadas em saber como foi o começo de tudo. É mais fascinante saber como foi montada a bíblia, quem escreveu, etc.

      Discussões de interpretação são cansativas. É mais interessante saber como Jesus se tornou deus, do que discutir que jeová não é o pai.

      Sobre evangélicos é um assunto muito pertinente, pois o crescimento da classe é algo muito grande, e pode afetar nosso dia a dia, muito preocupante quando mistura religião com politica.

      Excluir
    2. Caleb, seus postes antigos foram uma luz em minha vida, mudei visões e pensamentos e hoje tenho a certeza absoluta que esse mundo material é criação de um deus maligno e escravagista.
      Mas após sua repentina mudança eu parei de frequentar.
      As vezes ainda entro nos antigos postes seus onde você mostrou a diferença entre o deus do mal e o verdadeiro Deus pai de Cristo.
      Espero que um dia você ainda volte a abrir tantos caminhos e mostrar tantas verdades cujas religiões escondem e pregam sobre o deus do mal, o deus do maligno e escondem o verdadeiro Deus em Cristo.

      Excluir
    3. Meu nome é Eric Costa Marques, há muito venho acompanhando o blog, embora discorde de algumas opiniões suas, foi DEUS que me trouxe aqui, e foi ótimo saber que Jeová não passa de um usurpador... E esse post sobre religiões do nosso tempo é VERDADE PURA, esse povo não quer saber de Deus, só quer bênçãos, e que se dane o abençoador, eu, muito pelo contrário, vivo um momento difícil, mas sou grato a Deus, não importando as circunstâncias... Sei que a vida terrena é passageira, por que me render ao desespero?

      Excluir
  2. Calebe, vc demorou a aparecer, mas o protestante não é igual ao evangélico, são bem diferentes. Religião é uma camisa de força inventada por satanás com ajuda dos homens para aprisionar as pessoas. A igreja batista surgiu antes mesmo do movimento de Lutero, Os batistas não são filhos da reforma protestante.
    Somos linhagem daqueles grupos os quais conservaram-se separados por todas as eras do Catolicismo, os quais foram chamados: Cristãos; Seitas dos Nazarenos; MONTANISTA;NOVACIANOS;DONATISTAS;PAULICIANOS;ALBIGENSES;VALDENSES; ANABATISTAS E BATISTAS.
    E confesso-lhes que nem todos que se dizem Batistas fazem jus a este nome, e obviamente concordo contigo, quando afirma que muitos dos que se dizem Evangélicos, não estão atrás de outra coisa senão fazer comércio do bom nome do Senhor Jesus Cristo.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito. Seu post é pertinente e realista. Já estava estranhando a sua demora em postar algo aqui pois aprecio os
    Assuntos de seu blog. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Calebe, como sempre,,,, Parabéns. Só cego para não enxergar.
    Um Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Fico ansioso aguardando seus estudos amigo e irmão .Você é de mais .Meu nome é Josinaldo Alves

    ResponderExcluir
  6. Calebe, não some não cara!
    Porque seja concordando ou discordando de você, você trás inteligentes reflexões que abrem campo para o debate, não apenas o debate contra alguém de alguma outra teoria, mas o melhor debate de todos que é aquele que fazemos internamente conosco mesmo pondo à prova o nosso próprio entendimento. Eu por exemplo nasci cristão, hoje sou um quase ateu, e digo quase porque tenho experiências de nível espirituais que ainda busco por saber se de fato ocorreram ou foram projeções de uma mente cativa ao místico da superstição religiosa. Enfim, aqui é um ótimo lugar para tirarmos algumas conclusões. Abraços Calebe!

    ManoBoy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal brother, seja sempre bem vindo... Não posto com tanta frequência mas estou sempre por aqui,,,

      Excluir
  7. Desde jovem questionei sobre o Deus bonzinho que Jesus chamava de Pai e o Deus que dava medo chamado de Senhor por Davi. Conheci essas publicações e me senti muito esclarecido e livre da dúvida. Tenho o livro Jeova Falso Deus em PDF no Android e passo para as pessoas dar uma olhada com carinho e avaliar um ponto de vista diferente daquele que 99% do povo acredita. Que o Pai os abençoe.

    ResponderExcluir
  8. E ai Calebe como vai?
    É interessante o seu ponto de vista sobre as religioes e o deus que elas creem, porem não acha estranho que isso acontecesse sem a intervensão de uma mente superior que vive se interferindo no nosso meio e mudando fatos futuros...
    Temos relatos em civilizações antigas que extraterrestres viveram em nosso meio e de cidades que eram muito mais tecnologicamente moderna que as nossas, construçoes de piramides e de seres vindos do espaço que eram tidos como Deuses...
    Eu acredito que se mudarmos o nosso foco do homem e olharmos nesse ponto de vista de uma raça alienigena se interferndo em nosso meio muita coisa podia ser explicada...

    Um abraço amigo...


    Junior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiz um estudo sobre Ets, esta na página de estudos do blog. Eu acredito que eles estejam mortos...

      Excluir
    2. Mas as aparições de naves extraterrestre e alguns fatos sobrenarurais como fantasmas paranormalidades.Qual a sua posição sobre esse tema que nos leva a crer em algo que não vemos?

      Excluir
    3. A mente humana produz ilusões, e a ilusão faz parte da vida. Praticamente nascemos programados para acreditar em divindades. Todos nós buscamos respostas, mas infelizmente muitas coisas são mistérios. Aguarde o próximo estudo que será esmiuçado mais sobre isso.

      Excluir
  9. Apos uma busca sobre Jeová no Google, a mais ou menos um ano atras encontrei seu blog. Membro de uma denominação cristã desde minha infancia estava incomodado com tantas incoerências, seja na doutrina/dogmas seja no conteúdo da bíblia.
    Esse seu blog é ouro puro, de verdade.
    Eu não concordo 100% com você, mas isso me fez abrir minha mente para enxergar a realidade.
    Li a biblia por inteiro, fiz mais de 1000 anotações em dezenas de assuntos. Hoje estou lendo sobre os primeiros povos e vendo a similaridade dos deuses, inclusive os da Bíblia.
    Foi libertador conhecer a historia da bíblia, como e porque ela foi feita e saber que ela não serve de base para conhecer a Deus.
    Espero que mantenha o blog pois por mais que o povo cristão te abandone(inevitável) outras pessoas sinceras que já se libertaram da religião poderão se beneficiar do seu conteúdo, de tanto tempo de estudo que dedicou e tenho certeza que vai mudar a vida de muitas outras pessoas. um abraço!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá calebe sou grato por ter criado esse blog, eu era crente em deus, hj sou ateu, vc me fez questionar inúmeras coisas, estudar e pesquisar mais sobre esses assuntos! Cheguei a conclusão de que deus é invenção do homem esse ser mágico só existe em nossas mentes e n passa de um amigo imaginário kkk
    Obg por vc fazer parte do que hj eu sou... Livre pensador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, você pode ser ateu, agnóstico e não acreditar em nada. O fato é que existem questões que com fé, ou sem fé não existe resposta. De onde viemos e quem nos criou são exemplos de perguntas que jamais teremos resposta.

      Excluir
  11. Alguns evangélicos dizem que nenhum mal os atingirá, pois Jesus os protegerá, mas Apocalipse 20:4 informa que os Cristãos serão degolados.

    ResponderExcluir
  12. Olá irmão, estou impressionado com o que você escreveu. Mas....acreditas no deus da ciência? Acredita no deus da Nasa? Acredita no deus das teorias que nunca são provadas? É fácil ralhar e criticar, mas sabes a verdade? É impressionante que viva no mundo em que acredita nas teorias da maçonaria sem nem pestanejar. Criticas a bíblia, com certa razão, mas não consegue enxergar o amor ao próximo dito nas boas novas, não consegue separar o que é bom do ruim, coloca tudo junto em suas críticas a um sistema criado pelos mesmos que criaram a ciência. Que o Pai faça casa em sua morada, e lembre, o Reino chegou só não´vê quem não quer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor? É a única coisa que podemos aproveitar da bíblia, o resto não serve para nada. Muitos pregaram o amor, não preciso do cristianismo nem mesmo da bíblia para saber o que significa o amor. Amar os outros é um dever, e posso muito bem aprender a amar (se não souber) em outro lugar.

      Excluir
    2. Vai aprender a amar onde?
      Quem te vai ensinar verdadeiro amor?

      O orgulhoso e arrogante acham que sabem tudo e não precisam que alguém os ensine.

      Se você não é orgulhoso nem arrogante e deseja aprender, tenha em mente que você será filho de quem você escutar. - João, 8:43-44

      Atentamente
      Sandra

      Excluir
  13. Nem só de pão vive o homem, mas também de queijo, presunto, manteiga, suco e fruto proibido, pois Jesus disse que o que entra na boca não contamina o homem. Mateus 15 : 11.

    ResponderExcluir
  14. Um Recado De Jesus Pra Acabar Com Toda Essa Palhaçada: Não Se Apéguem A Nada Que For Visível, Mas Ao Mesmo Tempo Não A Combatam. Tá Dado Recado.

    ResponderExcluir
  15. Querem Uma Dica, Mas Já Vou Avisando, Isso Não É De Nenhuma Religião É Muito Mais Primordial Do Que Se Imagina, Além De Ser Um Fato Verídico: Nada Do Que Se Vê Existe. Fica A Dica.

    ResponderExcluir
  16. Num primeiro momento sentimos o que se chama primeiro amor,e tudo se torna perfeito,mesmo com todas as dificuldades,porém quando percebemos o quanto fomos enganados pelo dragão e suas invenções,aí sim conseguimos filtrar e só o que permanece é a caridade.Ainda sim tudo isso faz parte da dualidade,pois foi criada com esse propósito,que é o de separar-nos da Fonte.
    Tudo o que encontramos depois são as personas confusas e absortas em pensamentos que não trazem a verdade,porém só tentam justificar os devaneios humanos.
    A unicidade de todos os seres deve ser nossa maior prioridade,perceber que não somos melhores que todos os seres encarnados e que lhes devemos respeito.
    É realmente muito difícil,rever conceitos,em uma sociedade que transmite constantemente a ideia de que tudo foi criado para o homem,até mesmo a mulher.O que existem são os turbilhões de pensamento e explosões de hormônios e quem inventou toda essa babaquice por certo o fez de propósito afim de que participasse-mos de todo esse jogo,e quando não estão interessados mais ëles¨dão o ¨reset ¨e começam de novo,e de novo ,e de novo.
    Sorte a nossa que a verdadeira irmandade das galáxias esta retornado e desobstruindo as barreiras que nos impedem de acessar a fonte.
    Mas enquanto estava preso a ideia do ¨deus ¨que tudo vê,só conseguia sentir-me cada vez mais rebaixado.
    Ser modesto não é ser humilde e ser humilde muitas vezes é fazer papel de trouxa e ficar aceitando as maldições que são proferidas pelas inteligencias alienígenas que visam turbar nossos entendimentos com suas mentiras e estou quase certo de que as religiões são apenas parte desse grande engodo.
    Grande parte dessas pessoas,não conseguem aceitar que há algo errado,assim como um elefante amarrado á uma cordinha não sabe a força que tem.
    Fomos durante toda uma vida (ou centenas delas) acostumados á acreditar que toda essa malandragem é normal,porém eu creio que quem for sincero irá receber maiores esclarecimentos,assim como muitos que já o quiseram e receberam.
    Condicionados,abusados de todas as formas possíveis,aqui se encontra o teatro onde a humanidade tem vivido suas mazelas,e onde muitas vezes ¨deus¨nem passa perto pois tem nojo de pobres.
    Simplesmente porque ás vezes ainda que tardiamente alguns percebem que são eles mesmos os agentes de duas forças antagônicas geradas pela dualidade e que só tem o propósito de não permitir nosso acesso á fonte e nosso consequente aprisionamento nessa esfera,esse mundo é o projeto de um playground que virou uma cadeia gigante,e podem ter certeza que alguém vai pagar por isso.
    Quando assentado em meio ás cinzas o anjo derramar lágrimas pela sua estulticia,por ter gerado tanto horror á seres dos quais esse mundo não é digno.

    ResponderExcluir
  17. Essa Discussão de religião não leva ninguém a lugar nenhum. Infelizmente, tem pessoas com sede da verdade e caem aqui. Jesus ama a todos e ele é fiel e justo. Deus não é um Deus do castigo e sim do AMOR. Meus queridos. se dê a oportunidade de chegar ao Deus. pedem orientação a ele diretamente, pois ira colocar pessoas capacitadas para esclarecer todas as dúvidas. vejo também que estão generalizando todas as religiões que se diz Evangélicos. Dica: procurem pessoas que estudam literalmente a BÍBLIA e que seja CRISTÃO, e não com Rótulos ou nomes de placas de igrejas. Cuidado também, pois o inimigo veio para vendar os nossos olhos da verdade. Vigiem povo. VIGIEM. Peçam sabedoria extrema, para que não caiam em ciladas. E por fim...Que o Amor e a Paz de Cristo que morreu por nós esteja com todos. Não passei por acaso. Agarrem a oportunidade. Provavelmente eu não passe mais por aqui. Beijos a Todos.

    ResponderExcluir
  18. chato amar a deus e próximo .gente boa então é ser egoísta ,só pesar em sí e ser rebelde e imaturo querendo mundo gire no seu umbigo.se entregando a desejos de carne como animais!
    1 João 2:22
    Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Messias? Este é o Inimigo de Cristo: aquele que rejeita tanto o Pai quanto o Filho.
    1 João 4:15
    Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus.
    Mateus 11:27
    Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho senão o Pai; e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho, e aquele a quem o Filho o desejar revelar.
    Lucas 10:22
    Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém sabe quem é o Filho, a não ser o Pai; e nenhuma pessoa sabe quem é o Pai, senão o Filho e aqueles a quem o Filho o desejar revelar”.
    João 5:23
    a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou.
    João 8:19
    Então, eles perguntaram a Ele: “Onde está o teu pai?” Respondeu-lhes Jesus: “Vós não conheceis nem a mim nem a meu Pai. Se conhecêsseis a mim, da mesma forma conheceríeis a meu Pai.”
    João 10:30
    Eu e o Pai somos um.”
    João 14:9,10
    Então Jesus ministrou-lhes: “Há tanto tempo estou convosco, e tu não me tens conhecido, Filipe? Aquele que vê a mim, vê o Pai; como podes dizer: ‘mostra-nos o Pai’? …
    João 15:23,24
    Aquele que me odeia, da mesma forma odeia a meu Pai. …
    2 João 1:9-11
    Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas acredita estar indo além dele, não tem Deus; porquanto, quem permanece na sã doutrina tem o Pai e também o Filho.

    1 João 2
    …22Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Messias? Este é o Inimigo de Cristo: aquele que rejeita tanto o Pai quanto o Filho. 23Todo o que nega o Filho de igual forma não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai. 24Quanto a vós outros, zelai para que aquilo que ouvistes desde o princípio permaneça em vossos corações. Porquanto, se o que ouvistes permanecer em vós, de igual modo permanecereis no Filho e no Pai. …
    Referência Cruzada
    João 5:23
    a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou.

    João 8:19
    Então, eles perguntaram a Ele: “Onde está o teu pai?” Respondeu-lhes Jesus: “Vós não conheceis nem a mim nem a meu Pai. Se conhecêsseis a mim, da mesma forma conheceríeis a meu Pai.”

    João 16:3
    Cometerão essas atrocidades porque não conhecem o Pai, tampouco a mim.

    João 17:3
    E a vida eterna é esta: que te conheçam a Ti, o Único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.

    1 João 4:2
    Deste modo, podeis reconhecer o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;

    1 João 4:15
    Se alguém confessa publicamente que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele em Deus.

    1 João 5:1
    Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama o Pai, de igual modo, ama também o que dele foi gerado.

    1 João 5:20
    Da mesma forma, temos pleno conhecimento de que o Filho de Deus é vindo e nos tem concedido entendimento para reconhecermos o Verdadeiro. E nós estamos vivendo naquele que é o Verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.

    2 João 1:9
    Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas acredita estar indo além dele, não tem Deus; porquanto, quem permanece na sã doutrina tem o Pai e também o Filho.

    ResponderExcluir
  19. Eu particularmente acredito que , viemos de uma experiência genética !

    ResponderExcluir

Sobre Comentários: O que pode? Concordar, discordar, opiniões contra e a favor, compartilhar sites, links, vídeos, estudos científicos, religiosos e etc. O que não pode? Palavões, baixarias, ofensas de cunho pessoal e piadas.